Skip to main content

Taxa de crimes cibernéticos nas empresas brasileiras é de 14,78%

Os crimes cibernéticos estão cada vez mais sofisticados, e os criminosos estão constantemente procurando por novos meios de atacar pessoas e empresas ao redor do mundo, já que se trata de um negócio bastante lucrativo.

Os estragos causados pelos cibercrimes devem custar ao mundo $6 trilhões/ano em 2021, segundo a Cybersecurity Ventures. Este custo é exponencialmente muito maior que os causados por desastres naturais em um ano.

Os avanços na tecnologia são o principal fator para o crescimento econômico, mas também levaram à uma maior incidência de ataques cibernéticos. Inovações como o comércio eletrônico, pagamentos móveis, computação em nuvem, big data e analytics, IoT, AI, aprendizado de máquina e mídias sociais aumentaram o risco para pessoas e empresas.

No último Relatório Global de Riscos divulgado em março pela Avast, líder global em produtos de segurança digital, a empresa informou que o risco dos usuários sofrerem um ataque cibernético nas empresas é de 10,78%, mesmo com inúmeras políticas e práticas de segurança.

Abaixo é possível visualizar os países e suas respectivas taxas de risco de ataques cibernéticos nas empresas, segundo o estudo:

global business user risk ratio

Os EUA possuem a taxa de crimes cibernéticos empresariais mais baixa do mundo (8,13%) e a mais alta é a do Paquistão, com 36,15%.

Criamos o gráfico abaixo com base nos valores apontados pelo estudo para comparar as taxas de alguns países:

Gráfico com as Taxa de Crimes Cibernético

Segundo o estudo “Fraud Detection And ID Verification In Financial Services”, conduzido pela Forrester em agosto de 2018as fraudes têm custo estimado de 2,39% da receita das empresas de serviços financeiros.

Um dos maiores problemas que as empresas enfrentam é a verificação de identidade de clientes e fornecedores. Afinal, com a natureza anônima das interações digitais, como garantir que a pessoa ou empresa do outro lado da tela do computador é quem diz ser?

Além disso, a confiança entre clientes e empresas é um bem precioso e frágil que se constrói ao longo do tempo. Ao interagir com negócios online o cliente espera ser reconhecido, o que exige que as empresas utilizem as ferramentas certas para identificá-lo sem comprometer sua experiência.

Se trata, portanto, de maximizar tanto a segurança quanto a conveniência. As empresas podem oferecer, por exemplo, recomendações de produtos mais relevantes com base no comportamento do consumidor, soluções de autocomplete de formulários – que além de facilitar o preenchimento de cadastros previnem erros causados por digitação – e checagens de dados online, que garantem que o cliente ou fornecedor com o qual se está fazendo negócios foi verificado e é idôneo.

Ferramentas que validam a identidade das pessoas físicas e jurídicas em tempo real são uma maneira eficaz de se proteger contra este tipo de fraude. Conheça as soluções que o Exato Digital oferece e saiba como evitar fraudes em sua empresa.