Sabia que mais de 50% dos CNPJs brasileiros estão em situação irregular? Confira este e outros indicadores neste estudo.



Com base nos últimos dados extraídos da plataforma Direct Intelligence, pudemos notar algumas informações importantes sobre os CNPJs no país.

Os dados, de março de 2019, apontam um total de 40.043.747 CNPJs existentes no Brasil.

Passe o mouse sobre cada Estado no mapa abaixo para visualizar as quantidades existentes em cada um:



Como podemos identificar pelo mapa, os top 5 Estados com maior quantidade de CNPJs são os seguintes: São Paulo (11.519.384), Minas Gerais (4.403.233), Rio de Janeiro (3.402.926), Rio Grande do Sul (3.026.161) e Paraná (2.685.062).

É importante destacar que estes números não se referem à empresas e sim à CNPJs: incluem órgãos governamentais, ONGs, fundos de investimento, dentre outras naturezas.

Pela tabela a seguir, é possível observar a evolução das quantidades de CNPJs em cada Estado:

Comparativo de quantidades de CNPJ por UF
Fonte: Direct Intelligence

Comparando os dados mais recentes com os do ano passado, podemos verificar que, neste período de quatro meses, foram abertos 943.810 novos CNPJs no Brasil.

Outro indicador muito importante, além da quantidade, é a situação dos CNPJs. Do total de 40.043.747 CNPJs existentes, 18.120.218 estão baixados, 3.574.926 inaptos, 165.669 suspensos e 75.443 nulos. Estamos falando de quase 22 milhões de CNPJs em situação irregular:

Fonte: Direct Intelligence

Dentre estes CNPJs em situação irregular, podemos destacar as seguintes alterações no período de novembro a março:

  • 378.624 CNPJs foram baixados;
  • 1.967.321 CNPJs se tornaram inaptos;
  • 4.172 CNPJs foram suspensos;
  • 360 CNPJs se tornaram nulos.

Outros números: 169.769 CNPJs tiveram alteração de nome empresarial e 16.848 sofreram alteração de porte. Também 174.550 tiveram alteração de atividade econômica (CNAE) e 263.976 passaram por alterações de endereço.

Quanto à alterações que envolvem o Simples Nacional, 142.521 CNPJs enquadraram-se durante este período, e 665.971 foram desenquadrados.

Como podemos perceber, as alterações são inúmeras e constantes. Torna-se fundamental para empresas de todos os setores, portanto, verificar a situação dos CNPJs antes de realizar transações com fornecedores e clientes. Desta maneira, os prejuízos causados pelo uso de informações inconsistentes são reduzidos, aumentando a segurança e a lucratividade da sua empresa.